Poetisa & Literária: [RESENHA] A Guardiã da Minha Irmã, Jodi Picoult

a-guardic3a3-da-minha-irmc3a3-ar01A Guardiã da Minha Irmã

Autora: Jodi Picoult
Páginas: 433
Editora: Verus
14° Impressão – 2011
Tradução: Julia Romeu
Estrelas: ☆  ☆  ☆  ☆  ☆

Anna não está doente, mas parece estar. Aos treze anos, já passou por inúmeras cirurgias, transfusões de sangue e internações, para que sua irmã mais velha, Kate, possa combater a agressiva leucemia que a castiga desde pequena. Concebida por fertilização in vitro para ser uma doadora de medula óssea perfeitamente compatível com a irmã, Anna nunca questionou seu papel… até agora.

Como a maioria dos adolescentes, ela está começando a buscar sua verdadeira identidade. Mas, ao contrário da maioria dos adolescentes, ela sempre foi definida em função de sua irmã. Até o dia em que Anna toma uma decisão que para grande parte das pessoas seria inconcebível, que vai destroçar sua família e trazer consequências fatais para a irmã que ela tanto ama.

“É certo fazer o que for preciso para salvar a vida de um filho… mesmo que isso signifique desrespeitar os direitos de outro?” Esta é a frase que nos ajuda a dar um pontapé inicial na história. Quem leu minha TAG  (Meus Livros, Ninguém Sai) viu que tive um tremendo pequeno engano na compra do livro. Quem quiser conferir, fique a vontade para dar boas risadas. ❤ A Guardiã da Minha Irmã é a história mais consagrada de Jodi Picoult e originou o filme Uma Prova de Amor.

Me arrependo muito por não ter tido um contato maior com este livro antes. Repleto de reflexões, é como se todo ele fosse um quote sem fim. E dos melhores. A profundidade presente na narrativa da Jodi, a sua intensa maneira de descrever as maiores frustrações, alegrias e pensamentos dos personagens é sem igual. Que a vida é cheia de riscos, nós sabemos bem. Mas e quando temos a escolha de não passar por eles? E quando o risco maior são nós mesmos?

10891649_786686068063850_5465330523896710466_n

Para continuar a acompanha a resenha, basta clicar aqui embaixo! 😀

Continuar lendo

Anúncios

Poetisa & Literária: [RESENHA] Querida Sue, Jessica Brockmole

Querida Sue_15mm.inddQuerida Sue

Autora: Jessica Brockmole
Páginas: 256
Editora: Arqueiro
1ª Impressão – 2014
Tradução: Vera Ribeiro
Estrelas: ☆  ☆  ☆  ☆  ☆

Março, 1912: A jovem poeta Elspeth Dunn nunca viu o mundo além de sua casa, localizada na remota ilha de Skye (…) Por isso, não é de espantar a sua surpresa quando recebe uma carta de um estudante universitário chamado David Graham. O contato do fã dá início a um intercâmbio de cartas onde os dois revelam seus medos, segredos, esperanças e confidências, desencadeando uma amizade que rapidamente se transforma em amor (…) Junho, 1940, começo da Segunda Guerra Mundial: Margaret, filha de Elspeth, está apaixonada por um piloto da Força Aérea Britânica. Sua mãe a alerta sobre os perigos de um amor em tempos de guerra, um conselho que Margaret não quer ouvir. No entanto, uma bomba atinge a casa de Elspeth e acerta em cheio a parede secreta onde estavam as cartas de amor de David. Com sua mãe desaparecida, Margaret tem como única pista do paradeiro de Elspeth uma carta que não foi destruída pelas bombas. Agora, a busca por sua mãe fará com que Margaret conheça segredos de família escondidos há décadas (…)

{Não sei se foi um erro, mas, tentei encurtar alguns trechos da sinopse pois ela é imensa. Não se preocupem porque isso não afeta a compreensão da história}

Jessica Brockmole, não sei bem o que dizer sobre você. Não sei se a culpo por ter roubado minha noite de sono, ou a agradeço por ter feito um desfecho tão surpreendente me prendendo até a última linha da última página.  Querida Sue foi mais um daqueles livros que por poucos elementos já chamaram minha atenção. É fato a minha procura de romances como ponto de partida em uma livraria, mas muitas vezes me surpreendo com histórias que levarei na mente e no coração por uma vida inteira. Com personagens capazes de te fazer, rir, chorar e suspirar, Jessica consegue criar uma história tão linda de amor que as romancistas como eu, não terão tempo de fazer coisa alguma além de amar o livro.

IMG_7647

Para continuar a acompanhar a resenha, basta clicar aqui embaixo! 😀

Continuar lendo

Poetisa & Literária : [RESENHA] A última chance, Karen Kingsbury

A ultima chanceA Última Chance

Autora: Karen Kingsbury
Páginas: 334
Editora: Verus
1ª Impressão – 2014
Tradução: Ana Death Duarte
Estrelas:  ☆  ☆  ☆  ☆  ☆

Ellie tem quinze anos e um melhor amigo e amor chamado Nolan. Um dia antes de Ellie se mudar para o outro lado do país com o pai, ela e Nolan escrevem cartas um para o outro e as enterram debaixo de um velho carvalho. O plano é se reencontrar no mesmo lugar dali a onze anos para ler o que cada um escreveu apenas para o improvável caso de eles perderem contato. Agora, conforme a data se aproxima, muita coisa mudou. Ellie abandonou sua fé e luta para criar a filha sozinha. Na correria do dia a dia, ela sempre encontra tempo para ver na TV seu antigo amigo Nolan, hoje um famoso jogador profissional de basquete, cuja fé em Deus é conhecida pela nação inteira. O que poucos sabem é que as perdas que ele sofreu na vida pesam em sua alma. (…) a. Tanto para a desiludida Ellie quanto para o intenso Nolan, o reencontro é mais do que uma promessa de adolescência é a última chance de descobrir se é tarde demais para se entregar ao amor.

Fantástico. Foi esse exato adjetivo que usei assim que li a última página do livro. Não consegui pensar em nenhuma outra palavra que definisse tão bem essa leitura surpreendente e marcante da Karen para mim. Esse livro tocou em minha alma, com todos os seus elementos cativantes que me fizeram passar duas tardes dedicando-me apenas à eles.

A Última Chance carrega consigo uma mistura sagaz entre amores, perdas e reconciliações. A trama se desenvolve de forma única e o personagens que dão vida ao romance de Karen Kingsbury são Nolan Cook e Ellie Tucker. Ambos tem uma amizade forte e firme cobiçada por qualquer pessoa. Se conhecem no espaço de tempo que mais parece uma vida e  compartilham um lugar só deles desde então. O próprio se localiza abaixo do maior carvalho de um dos parques da região. É ali que podem ser eles mesmo e servirem de consolo e conforto um para o outro. Infelizmente, uma escolha terrível impedem os dois de continuarem sua relação. Caroline Tucker há muito não se sentia mais ligada ao homem que dormia ao seu lado. Alan não era mais o mesmo. Devido à grande beleza da esposa, Alan a mantinha em casa a maior parte do tempo, e para piorar: seu trabalho consumia todos os dias da semana. Dias em que Caroline – a mão de Ellie – sentia-se assombrada e sozinha. Com as circunstâncias que levavam a se afastar cada vez mais do marido, seu coração resolveu dar lugar à um outro alguém. Ela traiu Alan e engravidara.

A-Ultima-Chance-Livro

Foto Por: O Blog da Mari l PS: Será trocada por outra de minha autoria assim que minha câmera voltar.

Confira a resenha aqui ▼

Continuar lendo

Poetisa & Literária: [RESENHA] Se eu Ficar, Gayle Forman

Se-Eu-FicarSe eu Ficar

Autora: Gayle Forman
Páginas: 224
Editora: Novo Conceito
1ª Impressão – 2014
Tradução: Amanda Moura
Estrelas:  ☆  ☆  ☆

Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera… e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.

Bem… Por onde começar? Primeiro devo esclarecer que: serei completamente sincera durante toda à minha resenha, como tenho feito com cada livro lido. Se eu Ficar, foi em 2014, um dos livros mais esperados por mim. Logo quando iniciaram os comentários intermináveis sobre a história, a adaptação para o cinema e toda a trama, fiquei empolgadíssima. A sinopse me conquistou e desde o começo eu sempre dizia para mim que era uma abordagem super diferente de todos os outros livros que já li, e valeria a pena cada hora passada com a leitura. Até aí… Só boas impressões. E finalmente, comprei-o!

Logo quando iniciei a leitura da obra, fui tomada por uma familiaridade com a escrita da autora. Ele consegue amarrar os fatos de uma forma bacana. O livro é contado pela própria Mia: nossa protagonista. A garota não esconde seu encanto pelo violoncelo, instrumento que é sempre citado e tendo ênfase no livro. Mia tinha uma boa família, uma melhor amiga incrível e um namorado também musicista – embora seus gostos fossem um tanto quanto… contraditórios – chamado Adam. Adam é guitarrista e vocalista da banda Shooting Star, que conquista mais e mais fãs a cada show que se apresenta: diminuindo gradativamente assim, o tempo passado com Mia. Se Eu Ficar abordou diversos temas para mim: Família, relacionamento, e principalmente: VIDA.

IMG_7401

CONTINUA (…)

Continuar lendo

Poetisa & Literária: [RESENHA] Um Caso Perdido, Colleen Hoover

Capa (1)Um Caso Perdido

Autora: Colleen Hoover 
Páginas: 383
Editora: Galera Record
1ª edição – 2014
Tradução: Priscila Catão
Estrelas:  ☆  ☆  ☆  ☆  ☆

Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras… Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.

Um Caso Perdido é o primeiro  da série HOPELESS e foi um dos livros mais surpreendentes, avassaladores e emocionantes que já li este ano.  É daqueles que você devora em no máximo duas noites, e não te faz largá-lo até o ponto final. Me marcou e me abalou de uma forma  típica da Colleen, por já ter contato com a série Slammed [1.Métrica/2.Pausa] .

O livro é narrado em primeira pessoa, pela Sky Davis. Sky tem 17 anos e é  filha adotiva de Karen. Diferente de todos os outros adolescentes comuns, ela não mantém nem um tipo de “dependência” nem ao mesmo contato com internet, computadores, telefones nem nada do gênero. Sempre manteve também uma vida escolar em sua própria casa, e, prestes a completar 18 anos, deseja muda isso. Sky, mesmo aos protestos de Karen, decide passar seu último ano em  uma escola normal, com colegas… Normais? Não é bem assim que nossa protagonista é recebida. Ela já tem uma série de reputações mal formuladas por ser uma amiga íntima de Six, que mora em frente a sua casa. As amigas se conhecem a anos, e compartilham um ‘lema’: Garotos, e só. Compromisso? Nem pensar em pensar.

Bem, vou ser sincera: Nenhum livro narrado em primeira pessoa me atrai. Digo.. cof cof. Praticamente nenhum! Um Caso Perdido se encaixou nas exceções.  Colleen Hoover atribui uma narrativa jovem e cotidiana para Sky, que nos faz ser verdadeira amiga e também confidente dela.

10676650_744726595593131_687637847_o

 

Continuar lendo

Resenha, Sally Nicholls: “Como Viver Eternamente”

como_viver_eternamenteComo Viver Eternamente

Ways to live forever
Autora: Sally Nicholls
Páginas: 232
Editora: Geração
4 ª edição – Março 2014
Tradução: Lidia Luther
Estrelas:  ☆  ☆  ☆

Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. ”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos.

Lista Nº 1 – Cinco fatos ao meu respeito
  1. Meu nome é Sam.
  2.  Tenho onze anos
  3. Coleciono histórias e fatos fantásticos.
  4. Tenho leucemia.
  5. Quando você estiver lendo isso, provavelmente já estarei morto.

E esta é a história de Sam Oliver McQueen. Um garoto que tem uma família, uma professora atenciosa e principalmente: sonhos. Leva uma vida normal, a não ser por um fato: Também é um garoto que tem leucemia.  Vou esclarecendo rapidamente um fato: Não há nada de autoajuda nesta história. O título engana? Talvez. Mas não julgue pela capa, é uma história linda, corajosa e real.

Devorei “Como Viver Eternamente” em praticamente horas. Além de ter uma narrativa trivial ( por ser feita por um garoto de 12 anos ) é além de tudo, doce. A autora não tenta conquistar você com gestos emocionantes e, muito menos, com palavras maravilhosas. Não há ambição na história. Há a realidade. Há a pureza, e a sinceridade de Sam em cada palavra.

–  Gostaria muito que vocês tentassem. Contem alguma coisa sobre vocês. Não é que precisem escrever um livro inteiro antes do almoço.

Então foi assim que começamos. Quer dizer, eu comecei. Felix não está fazendo de verdade. Ele escreveu  “Meu nome é Felix Stranger e” e parou. A Sra. Willis não o está mais forçando a escrever. Mas eu, já estou na terceira página.

Tudo começa pelas aulas da Sra. Willis. A própria, é a professora de Sam e Felix, o melhor amigo e companheiro de Sam. Ambos não têm mais condições físicas de frequentar uma escola normal, portanto recebem aulas em casa. Felix tem uma personalidade única. Me fez dar inúmeras gargalhadas durante a história ( mesmo a situação não sendo tão favorável para tanto ). A autora deixa claro que Felix não dá a mínima para o cancêr que tem, e que vive, sempre, à sua vontade: Procurando se divertir. Ele é cheio de vida, e alegra a história com seus toques de ironia, descrença e humor.  Ainda contamos com Rachel, a mãe preocupada e atenciosíssima de Sam. Por muitas vezes, eu cheguei a entendê-la, pois como Felix, seu filho também parece ser alheio á propria doença.  Sam tem o sonho de escrever um livro, e não só esse: Bater um recorde mundial, assistir filmes de terror para maiores de 18, ver um fantasma, passear em um dirigível e ver a terra do espaço também contam nesta lista

Continua  ↓

Continuar lendo

Poetisa & Literária: [RESENHA] O Menino do Pijama Listrado, John Boyne

O_MENINO_DO_PIJAMA_LISTRADO_1227911942PO Menino do Pijama Listrado

Autor: John Boyne
Páginas: 232
Editora: Geração
4ª Impressão – 2014
Tradução: Lidia Luther
Estrelas:  ☆  ☆  ☆

Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. ”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos.

É completamente perceptível para o leitor, logo de cara a inocência da narração. John Boyne retrata de forma simples e leve a vida de um garoto que não tem a maioria de seus “Por que’s” respondidos. Que nada sabe sobre o Holocausto nem todas as guerras que e mortes que estavam em torno deste. É maravilhoso e ao mesmo tempo extremamente triste acompanhar as descobertas desse garoto. E ainda mais, criar um forte apreço pela amizade de Bruno e Shmuel. É indescritível a sensação ao ler este tipo de obra, por isso eu não tenho nada mais a fazer a não ser recomendar esta história. Acredite, uma resenha, para este livro, não é nada.

IMG_7122

 Para continuar na resenha, basta clicar aqui em baixo! ❤

Continuar lendo