Poetisa & Literária: [RESENHA] O Menino do Pijama Listrado, John Boyne

O_MENINO_DO_PIJAMA_LISTRADO_1227911942PO Menino do Pijama Listrado

Autor: John Boyne
Páginas: 232
Editora: Geração
4ª Impressão – 2014
Tradução: Lidia Luther
Estrelas:  ☆  ☆  ☆

Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. ”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos.

É completamente perceptível para o leitor, logo de cara a inocência da narração. John Boyne retrata de forma simples e leve a vida de um garoto que não tem a maioria de seus “Por que’s” respondidos. Que nada sabe sobre o Holocausto nem todas as guerras que e mortes que estavam em torno deste. É maravilhoso e ao mesmo tempo extremamente triste acompanhar as descobertas desse garoto. E ainda mais, criar um forte apreço pela amizade de Bruno e Shmuel. É indescritível a sensação ao ler este tipo de obra, por isso eu não tenho nada mais a fazer a não ser recomendar esta história. Acredite, uma resenha, para este livro, não é nada.

IMG_7122

 Para continuar na resenha, basta clicar aqui em baixo! ❤

Tudo começa com Bruno, um típico garoto de nove  anos que certa tarde, ao chegar da escola, depara-se com uma estranha mudança em sua casa. Criadas guardavam e encaixotavam os seus pertences. Após questionar Maria (governanta da família) e não obter respostas, procura sua mãe em busca de explicações para tudo aquilo. Sua mãe, inicialmente paciente, lhe diz que precisarão se mudar para fins relacionados ao trabalho do pai. Mais tarde, descobriremos que na verdade, ele é um oficial Alemão Nazista. Bruno protesta, mas não há jeito: Terá mesmo que deixar Martin, Daniel e Karl, amigos de infância. Ao encontrar-se  com sua nova casa, de imediato o garoto sente saudades de Berlim, seu antigo lar. Não há crianças pelos arredores e nenhuma outra casa próxima. Completamente isolado e distante de tudo.

Após se “acostumar” aos novos hábitos e ambiente, Bruno tenta explorá-lo e ver se afinal valeu de algo mudar-se para lá. Por curiosidade, vai à janela de seu pequeno quarto, esperando que dali desse para ver sua antiga casa e todo o caminho de volta para Berlim.

Mas, para sua surpresa, a visão que o permite é completamente diferente. Como toda criança vai em busca de suas explicações, a curiosidade de Bruno o levará a uma cerca. A cerca, o fará conhecer Shmuel, o menino do pijama listrado. Um judeu com quem criará um vínculo irreversível e lhe mostrará da maneira mais dolorosa uma realidade jamais vivida ou imaginada por ele.

Quando fechava os olhos, tudo ao redor parecia simplesmente vazio e frio, como se ele estivesse no lugar mais solitário do mundo. No meio de lugar nenhum. {Página 19}

Para começar, não eram crianças, afinal. Ao menos, não todos. Havia meninos pequenos e grandes, pais e avôs. Talvez alguns tios também. A alguma daquelas pessoas que vivem sozinhas nas ruas da vida e não parecem ter parentes. Era gente de todo tipo. {Página 34}

Anúncios

3 comentários sobre “Poetisa & Literária: [RESENHA] O Menino do Pijama Listrado, John Boyne

  1. E aqui estou eu, fazendo a louca dos comentários! HAHAHA
    Como você já sabe, o John Boyne é o meu preferido, então eu não poderia deixar de comentar o quanto gostei dessa sua resenha.
    Achei simples e delicada, assim como este livro!
    O vínculo que criei com o Shmuel foi algo difícil de perder, por isso que a história me tocou de um jeito que eu realmente não sei explicar.
    Eu nunca consegui fazer uma resenha deste livro, porque é tanto sentimento envolvido que eu tento explicar qualquer coisa sobre a história, mas não consigo. Por isso preciso te dizer que adorei mesmo a sua resenha! Passou muito bem o que é a história, e que esse suspense que você deixou no ar, corresponde ao vazio que sentimos no final do livro, e principalmente quando paramos pra pensar que isso aconteceu de verdade.
    Ai, esse livro é muito amor! ❤

    Beijos!
    http://www.meuqueridolivro.com

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s