Poetisa & Literária : [RESENHA] A última chance, Karen Kingsbury

A ultima chanceA Última Chance

Autora: Karen Kingsbury
Páginas: 334
Editora: Verus
1ª Impressão – 2014
Tradução: Ana Death Duarte
Estrelas:  ☆  ☆  ☆  ☆  ☆

Ellie tem quinze anos e um melhor amigo e amor chamado Nolan. Um dia antes de Ellie se mudar para o outro lado do país com o pai, ela e Nolan escrevem cartas um para o outro e as enterram debaixo de um velho carvalho. O plano é se reencontrar no mesmo lugar dali a onze anos para ler o que cada um escreveu apenas para o improvável caso de eles perderem contato. Agora, conforme a data se aproxima, muita coisa mudou. Ellie abandonou sua fé e luta para criar a filha sozinha. Na correria do dia a dia, ela sempre encontra tempo para ver na TV seu antigo amigo Nolan, hoje um famoso jogador profissional de basquete, cuja fé em Deus é conhecida pela nação inteira. O que poucos sabem é que as perdas que ele sofreu na vida pesam em sua alma. (…) a. Tanto para a desiludida Ellie quanto para o intenso Nolan, o reencontro é mais do que uma promessa de adolescência é a última chance de descobrir se é tarde demais para se entregar ao amor.

Fantástico. Foi esse exato adjetivo que usei assim que li a última página do livro. Não consegui pensar em nenhuma outra palavra que definisse tão bem essa leitura surpreendente e marcante da Karen para mim. Esse livro tocou em minha alma, com todos os seus elementos cativantes que me fizeram passar duas tardes dedicando-me apenas à eles.

A Última Chance carrega consigo uma mistura sagaz entre amores, perdas e reconciliações. A trama se desenvolve de forma única e o personagens que dão vida ao romance de Karen Kingsbury são Nolan Cook e Ellie Tucker. Ambos tem uma amizade forte e firme cobiçada por qualquer pessoa. Se conhecem no espaço de tempo que mais parece uma vida e  compartilham um lugar só deles desde então. O próprio se localiza abaixo do maior carvalho de um dos parques da região. É ali que podem ser eles mesmo e servirem de consolo e conforto um para o outro. Infelizmente, uma escolha terrível impedem os dois de continuarem sua relação. Caroline Tucker há muito não se sentia mais ligada ao homem que dormia ao seu lado. Alan não era mais o mesmo. Devido à grande beleza da esposa, Alan a mantinha em casa a maior parte do tempo, e para piorar: seu trabalho consumia todos os dias da semana. Dias em que Caroline – a mão de Ellie – sentia-se assombrada e sozinha. Com as circunstâncias que levavam a se afastar cada vez mais do marido, seu coração resolveu dar lugar à um outro alguém. Ela traiu Alan e engravidara.

A-Ultima-Chance-Livro

Foto Por: O Blog da Mari l PS: Será trocada por outra de minha autoria assim que minha câmera voltar.

Confira a resenha aqui ▼

A trama em si começa verdadeiramente a partir daí. Decepcionado com sua mulher e disposto a ficar o mais longe possível dela, Alan se muda com a filha Ellie para San Diego e aceita o novo emprego que lhe foi oferecido lá. Mas antes disso, de coração partido, Nolan e Ellie têm um último encontro debaixo da árvore que se tornara sua preferida. Um encontro que irá decidir o futuro dos dois, e, ao mesmo tempo, enraizar um esperança no coração de cada um pela próxima década. Os dois escrevem uma breve carta onde expressam seus mais profundos e sinceros sentimentos pelo outro, prometendo voltar aquele mesmo lugar dali a 11 anos. Só para caso eles não conseguirem se falar durante todo esse tempo (O que parece ser impossível e inexplicavelmente doloroso mesmo para dois jovens de 15 anos).

E é lógico que tudo muda com o passar do tempo. Alan passa a ser controlador e exagerado em suas atitudes também com Ellie, que se vê em um beco sem saída estando distante das duas pessoas que mais amava no mundo: Caroline, sua mãe e Nolan, o seu melhor amigo… e eterno amor. A emoção contida em toda a obra superaram todas as expectativas que poderia ter do livro. Me apaixonei por essa capa e eu ainda a amo, porque foi exatamente o que me chamou atenção e me fez descobrir o universo apaixonante  da autora.  O livro comenta muito a respeito da, da força avassaladora de Deus e dor amor incondicional do Criador. As vezes isso se torna muito repetitivo na narrativa, mas de forma alguma foi um aspecto que chegou mesmo a me incomodar. Mas se você for dar uma chance ao livro (algo que eu espero de todo o meu coração) esteja ciente disso.

Os capítulos são intercalados entre o ponto de vista dos principais personagens, tal que  não posso citar todos aqui porque seria uma espécie de spoiler. Portanto, deve-se prestar bastante atenção nesse esquema da autora. Ellie é uma mulher confiante e determinada. Ela não atingiu nenhum de seus sonhos, mas carregava consigo seu bem mais precioso: Sua filha, Kinzie (por sinal a personagem mais doce de todos o livro, e minha preferida). Mesmo sabendo um pouco do passado da sua mãe, Kinzie é uma criança extremamente fiel à Deus e a seus propósitos. A garotinha persiste em renovar a fé da mãe, que de tão abalada pelas indas e vindas da vida, não acredita mais que a fé possa mover coisa alguma. Nolan Cook, agora um jogador profissional de basquete cuja fé deposita em tudo que faz, ainda guarda lembranças da amiga e luta para encontrá-la, mas parece que Ellie não quer mesmo ser encontrada. Por que? O amor deles era tudo o que importava para ambos, e agora Ellie parece agir como alguém que quer esquecer completamente o passado.

Enquanto isso, Caroline leva uma vida difícil, criando sozinha seu filho ainda marcada pelos acontecimentos que remetem seu passado. Alan… Bem, você não quer que eu conte o livro todo, não é?! Hahah. A Última Chance foi uma história que me contagiou de verdade e transpareceu todo, absolutamente todo o  sentimento possível de se captar. Eu amei, e se pudesse daria 10 estrelas.

A-Ultima-Chance-Quote

Foto Por: O Blog da Mari l PS: Será trocada por outra de minha autoria assim que minha câmera voltar.

O dia 1º de Junho estava se aproximando… O dia em que Ellie e Nolan decidiriam seu destino, ponderando entre ir ao encontro do velho carvalho onde prometeram se encontrar novamente e trazer a tona ou não, todas as palavras contidas naquelas cartas.

Você não vai perder este final não é? ❤

 

Anúncios

19 comentários sobre “Poetisa & Literária : [RESENHA] A última chance, Karen Kingsbury

    • Ana querida! Tudo tranquilo por aqui. E com você? ❤
      Hahaha. Abro cada sorriso com seus comentários! Quanto à proposta do livro, a autora conseguiu fazer uma sinopse maravilhosa. Já traz um sentimento de que não é uma história qualquer, e quando você lê então: bum! Se surpreende mil vezes mais.
      Dinheiro não cai do céu não… Mas bem que livros poderiam brotar aqui no jardim. 😦
      Obrigada, moça de escrita leve e linda!
      Paula

      Curtir

  1. Paula sua linda, matando a gente do coração desse jeito! Eu ameeeei sua resenha, me deixou com vontade – como sempre – de ler o livro agora! Mas estou participando de um desafio então, acho que vou ter que esperar! 😦 Bjokas ❤

    Curtir

    • Anya, flor! Como você está? ❤
      Hahaha. Estou aqui para aumentar a Lista Literária de vocês! Que bom que gostou, fico feliz que tenha se interessado. Vi à respeito do desafio no seu blog e amei a proposta! Me parece ser incrível.
      Um beijo enorme!
      Paula

      Curtir

  2. Olá!

    Adorei a resenha e cheguei a me interessar pela história do casal que se conheceu com apenas 15 anos. Karen parece ter uma escrita muito boa, e creio, junto de você, que o fato do livro tratar a fé de uma maneira bem clara não chegaria a ser um incômodo, mas uma maneira de incentivo ao personagem e ao leitor.
    Amei a capa e a história parece ser linda. Enquanto lia sua resenha fiquei imaginando os dois embaixo da árvore, um “cuidando” dos sentimentos do outro, e isso só com 15 anos. Me encantei pela sua resenha.

    Beijos,
    Luiz Henrique (Luke)
    instanteliteral.com

    Curtir

    • Olá Luiz!
      Obrigada! Bem, sou cristã mas nunca cheguei a ler livros que abordassem personagens com uma fé tão grande em Deus. Esse livro aumentou ainda mais seus pontos ( já incontáveis) comigo. Karen sabe perfeitamente quando maneirar a leveza e a profundidade da escrita, isso me encantou bastante.
      A história é realmente incomparável, principalmente para uma amante de romances como eu. Sou suspeita para falar.
      Um beijo!
      Paula

      Curtir

  3. Oi oi, Paula!
    Preciso dizer que, inicialmente, essa capa não seria uma que me chamaria a atenção em uma livraria. Sabe quando você bate o olho, até pensa “hm, legal”, mas não chega a tirar o livro da estante para ver a sinopse? Pois bem, acho que perderia uma ótima leitura. Já na sinopse foi conquistada e fisgada por este romance, que parece ser realmente intenso e marcante. Gosto da ideia de diferentes pontos de vista, de não ser apenas uma história linear. E fico curiosa para ver quais foram os desdobramentos que fizeram Ellie ficar tão desesperançada. O fator fé pode desmotivar alguns, mas para mim acaba sendo só um incentivo a mais, quero saber como foi retratado. E poxa, um sentimento tão forte para durar mais de uma década, mesmo os dois estando separados? Pois, por mais que um não AME o outro (não sei se é o caso, preciso ler para saber, hehe), acredito que eles cumpriram a promessa de se encontrarem, e isso já demonstra um profundo nível de carinho e respeito pelo outro. Fiquei interessada de verdade, e já até marquei no Skoob, para não esquecer. Valeu pela dica :3
    Beijos e ótima semana!

    Resenha de “Príncipe Mecânico” no ar, não deixe de conferir ❤
    Confissões de um Leitor

    Curtir

    • Oi, Oi, Liah! ❤
      Jura?! Comigo foi o completo contrário. Hahaha. Não sei, achei-a simples mais ao mesmo tempo "intrigante", sabe? Principalmente pelo título. Que Ultima chance seria essa? O que as cartas apresentadas na capa tem a ver com a trama? E pronto. Foi o bastante para me fazer dar uma paradinha e ler toda a sinopse.
      As vezes nos enganamos num primeiro contato "visual" em algum livro e acabamos por deixar passar. Fico muito feliz que você tenha se interessado, tenho certeza que não vai se arrepender. A alternância de ponto de vista foi o segredo de tudo! A Karen me faz achar que o clímax rola no livro inteirinho! Ela não deixa a gente largar essas páginas amareladas de forma alguma. Quanto aos desdobramentos da história e comentários à parte… Poderemos conversar à respeito quando você ler! ❤
      Um sentimento profundo. Isso define a história. Ela é recheada de emoção e me fez derramar muuuitas lágrimas. Tenho certeza que vai ter surpreender também. 😉
      Um beijo!
      Paula

      Curtir

      • Pior que sim, hehe. Achei uma capa simples e bonita, mas acho que não daria uma segunda olhada no livro. O título realmente é intrigante, te faz questionar qual a situação abordada. E sim, nem me fale! Acho uma pena quando um livro MUITO bom tem uma capa não tão chamativa, pois sei que muitas pessoas acabarão passando direto por ele em uma livraria. É o caso da série Os Legados de Lorien. Acho a capa bem simpleszinha e sei que muitos não dariam nada para a história. Mas, como já sou uma mega fã da série, acho que a capa é boa de todo jeito, hehe.
        Eu realmente gosto quando um livro adota uma narrativa diferenciada, seja alternando capítulos, seja misturando presente e passado, acho que dá um toque a mais para a leitura. E sério? Acho fantástico quando o autor consegue manter o livro inteiro nesse mesmo nível de excelência, quando você não acha que nenhuma parte ficou mais fraquinha ou desnecessária. Aí que o leitor realmente é fisgado e acaba devorando *-* E poxa, acho que vai demorar um pouquinho, mas pode deixar que te procuro quando conseguir ler *———-*
        E gosto de livros que me emocionam e me fazem chorar, então acho que será uma ótima leitura, hehe.
        Beijos e ótima sexta! ❤

        Curtir

  4. Oi Mih,
    Ah que coisa linda essa sua resenha!
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas pela forma como você contou, parece ser ótimo. Já estou adicionando na minha listinha *-*’ A capa é realmente linda e eu adoro livros que falam sobre segundas chances e o passar do tempo. O amor perdura nos tempos mais difíceis e eu acredito que esse casal deva ficar junto no final. Lindo demais, me lembrou Querida Sue, você já leu? É muito bonito e apaixonante também *—*’

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    Curtir

    • Mari, sua linda! Saudades de você.
      Que bom que gostou da resenha, sei que a senhorita tem gostos parecidíssimos com o meu. Isso só me faz querer voltar o tempo todo ao Love Lovers ❤
      "O amor perdura nos tempos mais difíceis." Essa frase poderia ser a principal do livro. Sou eternamente apaixonada por essa capa, ela traz um toque singelo que me conquistou de cara! Fico feliz que tenha adicionado à sua lista. Tenho certeza que não vai se arrepender de forma alguma.
      Mari, acredita que já estou amando Querida Sue mesmo sem ter lido ainda? Comprei-o no mesmo dia em que comprei A última chance, e foi uma bela coincidência você ter citado ele aqui. Vale a pena mesmo não é?! Estou suuuuuper ansiosa.
      Um beijo enorme!
      Paula

      Curtir

    • Hahah, Oi flor! xp
      Esse livro me conquistou por inteira e posso afirmar com toda certeza que foi a melhor leitura do mês e uma das melhores do ano! É sem igual a forma como a autora consegue mexer com nossos sentimentos de uma forma inigualavel,profunda e linda!
      Espero que dê uma chance para Karen Kingsbury. ❤
      Paula

      Curtir

  5. Pingback: Poetisa & Literária: [TAG] Natal em Livros! | Paula Mirella, Poetisa & Literária

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s